Inauguração

Guimarães tem um novo museu militar

Guimarães tem um novo museu militar

A Casa do Lanceiro abre portas no sábado e passa a estar disponível para visitas por marcação.

O espaço é da responsabilidade da Associação de Veteranos Lanceiros de Portugal (AVLP) numa colaboração com a Santa Casa da Misericórdia de Guimarães que cede as instalações. O novo espaço museológico e ponto de encontro dos lanceiros (Polícia Militar/Polícia do Exército) é inaugurado amanhã, no Convento de Santo António dos Capuchos (Hospital Velho).

A cerimónia de inauguração da Casa do Lanceiro terá início junto à estatua de D. Afonso Henriques (patrono do Exército Português), às 10.30 horas, com o Coro do Orfeão de Guimarães a cantar o hino de Guimarães e o hino de Portugal, segue depois para a Casa/ Museu e termina com uma homenagem aos lanceiros falecidos na "Estrutura de Homenagem", no jardim envolvente do Santuário da Penha.

No novo espaço museológico serão exibidas peças de índole militar, da coleção particular de Cláudio Monteiro, um ex-lanceiro, membro da Associação, e outras já adquiridas pela AVLP ou doadas por antigos militares. "A Casa do Lanceiro é única em termos das sedes das associações de veteranos militares, porque aqui haverá um espaço de memória dedicado aos lanceiros, à cavalaria e ao Exército Português em geral", afirma Fernando Rego, presidente da AVLP.

Os Lanceiros da Rainha surgiram, em Portugal, durante a guerra civil, no século XIX. Estiveram em todos os conflitos e missões de manutenção de paz em que Portugal esteve envolvido desde então. Com a criação da Polícia Militar, em 1953, esta tornou-se gradualmente a missão específica dos lanceiros.

O museu passará a estar disponível para visitas guiadas, por marcação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG