Caldas das Taipas

Guimarães vai ter Museu do Bombeiro

Guimarães vai ter Museu do Bombeiro

O presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas, o padre José das Neves Machado, anunciou que aquela coletividade vai construir um museu do bombeiro já este ano.

O anúncio foi feito à margem das celebrações do 129º aniversário da corporação taipense, que contaram com a presença do secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes.

José das Neves Machado mostrou o projeto em primeira-mão ao governante e a Domingos Bragança, presidente da Câmara, e revelou que a obra está orçada "em cerca de meio milhão de euros" custeados pela corporação e entidades "de extraordinário valor" que todos os dias ajudam financeiramente os voluntários.

Quanto ao conteúdo, José Machado explicou que o futuro Museu do Bombeiro vai albergar o acervo da corporação taipense e o espólio proveniente de José Custódio, um cidadão que já fez uma exposição em Londres e que, antes de morrer, fez questão de doar parte do seu conteúdo à associação humanitária.

"É um conjunto de ferragens de valor histórico, tem umas vitrinas muito interessantes, um cadeirão de três gerações, um conjunto muito bonito de Cristos e outras coisas que depois se poderão ver", antevê o dirigente. O museu vai ser construído na parte poente do edifício do quartel. Vai ter quatro salas de apoio e dois pisos.

Domingos Bragança, presidente da Câmara, elogiou a liderança da associação e do comando, ao mesmo tempo que frisou que a Autarquia "acompanhará todos os projetos dos Bombeiros das Taipas e, na medida do possível, dentro do enquadramento financeiro que tem, apoiará".

Quanto a Jorge Gomes, o secretário de Estado considerou "histórico" o número de 129 anos feitos pela corporação e mostrou-se impressionado com a escola de infantes, um grupo de cerca de 40 crianças que está a aprender a ser bombeiro: "Temos muitos miúdos que daqui a dez anos farão parte do corpo ativo".

Por sua vez, o comandante Hermenegildo Abreu caracterizou o corpo ativo que dirige: "É composto por homens e mulheres tecnicamente bem preparados, instruídos, disciplinados, formados e equipados pois só assim se presta um socorro eficaz e de qualidade". Apesar de Guimarães ter um vasto conjunto de museus e ter sido Capital Europeia da Cultura em 2012, este é o primeiro espaço expositivo dedicado aos bombeiros.