Guimarães

Reformado morreu durante matança de porca num anexo

António Silva, 71 anos

Um homem de 71 anos morreu quando estava a matar uma porca num anexo de casa, na Rua da Maina, em Urgezes, Guimarães. António Ribeiro da Silva foi encontrado inanimado por um familiar debaixo do animal.

António Silva entrou em paragem cardiorrespiratória quando procedia à matança, desconhecendo-se, para já, se o óbito está relacionado com o ato ou se foi de causas naturais.

A veterinária municipal foi chamada ao local e o suíno foi abatido. O corpo de António Ribeiro da Silva foi removido pelos bombeiros, pelas 10 horas, e foi autopsiado na sexta-feira. O resultado poderá ajudar a esclarecer se António Silva foi vítima de alguma pancada desferida do animal ou de doença súbita.

Os bombeiros de Guimarães foram alertados cerca das oito horas de quinta-feira, através do Centro Distrital de Operações de Socorro.

A VMER de Guimarães também auxiliou, mas o óbito foi declarado no local. A PSP de Guimarães foi chamada e o caso passou para o Ministério Público de Guimarães.

Delfim Machado