Premium

Eleitos para a Junta dão o ordenado todo aos pobres

Eleitos para a Junta dão o ordenado todo aos pobres

Os 15 elementos da Junta e Assembleia de Freguesia de Ponte doam, todos os meses, o salário aos mais desfavorecidos daquela localidade do concelho de Guimarães.

A ajuda, que começou no tempo em que o presidente da Junta era eleito pela coligação PSD/CDS, já superou a fasquia dos 50 mil euros. Ao todo, vai para os pobres o salário dos cinco elementos do Executivo e as senhas de presença dos 10 deputados do PS na Assembleia de Freguesia.

Sérgio Castro Rocha, presidente da Junta, é o grande responsável pela medida. Em 2013, quando avançou para a constituição das listas do PSD/CDS em Ponte, estabeleceu como condição dos futuros eleitos a doação de todas as verbas de salários e senhas de presença para os pobres da freguesia. Naquele mandato, doaram 37 479 euros.