Incêndio

Fogo obriga a evacuar prédio com 13 pessoas em Guimarães

Fogo obriga a evacuar prédio com 13 pessoas em Guimarães

Um incêndio que começou nas traseiras de um prédio, esta quinta-feira à noite, obrigou à retirada de 13 pessoas de dentro de suas casas, por precaução, na vila das Taipas, em Guimarães. Foi atingido um apartamento e uma loja de ferragens.

De acordo com Ernesto Soares, segundo comandante dos Bombeiros Voluntários das Taipas, "o incêndio começou nas traseiras do edifício e propagou-se, pelas janelas, para a varanda de uma habitação do primeiro andar e para uma loja". A corporação taipense foi alertada às 22.23 horas e mobilizou 20 elementos em seis veículos para o local, na rua Comandante Carvalho Crato.

A chegada rápida dos bombeiros foi decisiva para evitar que o fogo atingisse mais apartamentos, uma vez que já se estava a propagar pelo prédio quando o combate começou. O incêndio começou num anexo exterior da loja de ferragens e disseminou-se rapidamente para o apartamento do primeiro andar, onde atingiu a varanda.

Da mesma forma, atingiu a loja de ferragens contígua, mas o fogo foi travado quando se começava a espalhar pelo interior do estabelecimento comercial. A casa ficou com danos devido ao fumo, mas estava desabitada. Já na loja há registo de alguns materiais queimados, mas não está em causa a laboração pois salvou-se praticamente tudo.

Ao mesmo tempo que combatiam o incêndio, os Bombeiros deram ordem para a evacuação do prédio, por questões de segurança. Treze pessoas tiveram de sair de casa, mas a medida foi fundamental para que não houvesse qualquer ferido a registar. Como também confirmou Ernesto Soares ao JN, "ninguém precisa de alojamento" e todos os moradores puderam regressar a casa, onde vão passar a noite.

A GNR das Taipas interditou o trânsito na Estrada Nacional 101 que liga Guimarães e Braga. A mesma autoridade tomou conta da ocorrência e está a investigar a origem do fogo.