Premium

Pedreira obriga a fechar estrada e isola freguesia de Guimarães

Pedreira obriga a fechar estrada e isola freguesia de Guimarães

As perfurações ocorridas numa pedreira de Airão Santa Maria, em Guimarães, motivaram o encerramento de uma estrada vital para a mobilidade dos cerca de 1700 habitantes daquela freguesia e das limítrofes.

A população não concorda com o fecho, que dura há mais de quatro meses, mas a Câmara alega que teve de ser assim "por questões de segurança".

José Oliveira vive "do lado de lá". É assim, lá e cá, que agora são apelidadas as duas metades da freguesia desde que a estrada foi interditada ao trânsito. Cá, fica a Junta de Freguesia, a igreja, a escola e basicamente toda a parte cívica de Airão Santa Maria. Lá, mora metade da população que tem de fazer, em média, quatro vezes mais caminho de carro para ir àqueles espaços. "Sou obrigado a ir quase à vila de Joane, que é do concelho de Famalicão, para me deslocar para esta parte de cá. Vivo a 100 metros das coisas e sou obrigado a fazer dois quilómetros", relata José Oliveira, enquanto aprecia com lamento o sinal de trânsito proibido e as barreiras de betão que impedem os carros de passar.