Guimarães

Laboratório da Bosch e UMinho acelera protótipos para carros

Laboratório da Bosch e UMinho acelera protótipos para carros

Manuel Heitor, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, e Nelson de Souza, secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, estiveram esta segunda-feira, em Guimarães, para a inauguração do DONE Lab, uma parceria entre a Bosch Car Multimedia Portugal e a Universidade do Minho (UMinho).

Após a assinatura do maior projeto de inovação no país com um investimento de cerca de 55 milhões de euros até 2018, as duas entidades voltam a fazer história com a criação do único laboratório em Portugal com um leque de tecnologias inovadoras que permite a manufatura aditiva avançada de protótipos e ferramentas. Na prática, este laboratório permite poupanças de tempo no fabrico de protótipos ou ganhos de qualidade na elaboração dos mesmos. Representa um investimento de três milhões de euros.

"Este projeto é o consagrar de um percurso e de todos aqueles que conseguiram costruir esta parceria entre a Bosch e a Universidade do Minho", disse Manuel Heitor. O ministro referiu que este é um exemplo de que "só com investimento público é que se consegue investimento privado".

Para o reitor da UMinho, António M. Cunha, "este projeto é mais uma evidência da singularidade da parceria entre a Bosch e a UMinho, criando um espaço para investigadores e um laboratório na fronteira da tecnologia com características únicas na universidade portuguesa, na infraestrutura e no ambiente colaborativo que proporciona."

O DONE Lab está instalado na Escola de Engenharia da UMinho, no campus de Azurém, em Guimarães. É um laboratório de manufatura aditiva avançada de protótipos e ferramenta que irá permitir à unidade da Bosch em Braga dar uma resposta integrada e alargada a qualquer tipo de desafio tecnológico. Esta estrutura foi construída para suportar os projetos de inovação "Innovative Car HMI" e "iFactory", que representam um investimento de 55 milhões de euros até 2018, estando a ser desenvolvidos pela Bosch e pela UMinho.

"Não há outro laboratório em Portugal que integre este leque de tecnologias", afirma Carlos Ribas, administrador técnico da Bosch em Braga e representante da Bosch em Portugal. "Além de aumentar a nossa competitividade no seio do Grupo e as oportunidades de crescimento através da alocação de novos projetos, o DONE Lab vai potenciar o desenvolvimento de competências críticas de colaboradores da Bosch e investigadores da UMinho, podendo assim responder com sucesso à complexidade dos novos produtos a serem produzidos em Braga", continua.

Entre as inovações que vão sair beneficiadas com esta nova forma de se fazer protótipos estão sensores de laser na envolvente do carro que detetam objetos mais pequenos e a uma distância maior que os sensores convencionais, um sistema interno de cancelamento do ruído e vibrações provenientes do exterior do automóvel ou um sistema de comunicação de veículo para veículo, de veículo para infraestrutura ou de veículo para peão, tudo durante a condução.

A Bosch e a UMinho também estão a desenvolver um sistema de deteção automática das condições do piso e um sistema de vigilância do condutor que impede posturas erradas durante a condução, impede que o condutor adormeça ou esteja a infringir alguma regra. A parceria entre a Bosch e a UMinho já gerou cerca de duas centenas de empregos num investimento total de 75 milhões.

Outros Artigos Recomendados