Exclusivo

Robôs e alunas disputam jogo de futebol em Guimarães

Robôs e alunas disputam jogo de futebol em Guimarães

Vencedores do torneio da ​​​​​​​RoboCup, que reuniu 150 grupos de 15 países, enfrentam na tarde deste sábado a equipa feminina do Vitória.

Num clima de festa, a que não falta a música de fundo (ouve-se a voz da Lena d"Água a cantar "Olha o robô"), engenheiros e estudantes de engenharia debruçam-se sobre os computadores, ligados aos robôs, dedilhando linhas de código. É a Robocup que decorre desde quarta-feira e termina na tarde deste sábado, no Pavilhão Multiusos, em Guimarães, reunindo 150 equipas de 15 países.

As instruções dos programadores farão com que as suas máquinas se comportem de acordo com os objetivos dos diversos desafios, das 14 ligas presentes no evento. A liga "On Stage" é uma plataforma para dar largas à criatividade. Não só os robôs têm que fazer performance, teatro ou dança, como as equipas procuram caracterizá-los da melhor forma. É nesta categoria que compete a equipa do Colégio Técnico de Weiz, com o Jo, um humanoide de olhos verdes. Andrea, de 18 anos, Thomas, de 15, Manuel, de 18 e Rauber, de 19, passaram os últimos três anos de volta deste projeto. "Ele está programado para fazer coisas em palco. Reage à nossa voz. Nós dizemos, "let´s play" e ele começa a executar a coreografia", explica Andrea Windish.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG