Covid-19

Surto em lar de Guimarães com 32 utentes e nove funcionários infetados

Surto em lar de Guimarães com 32 utentes e nove funcionários infetados

Há 32 utentes e nove profissionais infetados com covid-19 no lar do Centro Social de São Torcato, em Guimarães, dois deles internados no hospital. O surto foi confirmado pelo juiz da Irmandade.

"O Centro Social confirma que foram detetados casos de covid-19 no lar, tendo sido acionados imediatamente os mecanismos de realização de testes de despistagem em todos os seus utentes e colaboradores, bem como outras medidas no âmbito do plano de contingência da instituição", confirmou Paulo Novais, juiz da Irmandade de São Torcato, entidade que gere o Centro Social.

Perante o que diz ser "um contexto de surto", Paulo Novais assegura estar a tomar "todas as diligências necessárias de acordo com as orientações da Autoridade de Saúde Pública, em estreita colaboração com a Segurança Social, Proteção Civil e Câmara Municipal de Guimarães". O juiz acrescenta que, com exceção dos dois hospitalizados, "todos os utentes estão assintomáticos e a receber os cuidados adequados normais".

Em causa "estão 30 utentes no lar e dois no hospital", mais "nove profissionais". Os restantes profissionais deram negativo ao teste realizado no sábado. O primeiro caso positivo foi detetado na passada sexta-feira. No sábado foram feitos testes a todos os utentes e trabalhadores. Os resultados chegaram ontem, domingo, confirmando o surto.

O JN sabe que a equipa de profissionais do Centro Social está a ser reforçada com trabalhadores contratados pela Segurança Social para o efeito.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG