Terras de Bouro

Homem encontrado morto na Vila do Gerês foi vítima de doença súbita

Homem encontrado morto na Vila do Gerês foi vítima de doença súbita

O homem, de 65 anos, que na sexta-feira à tarde foi encontrado morto por populares num caminho florestal da Vila do Gerês, terá sido vítima de doença súbita.

Segundo apurou o JN, os investigadores da Polícia Judiciária de Braga não encontraram sinais de violência, estando por isso descartada a possibilidade de qualquer ato criminoso.

Celestino Carvalhal era uma figura muito conhecida e respeitada na Vila do Gerês e terá falecido durante a habitual caminhada que fazia no bosque junto à sua residência, onde vivia sozinho. Dada a elegância do seu porte, era conhecido na vila por "Corço", o animal esguio que é o símbolo principal do Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG