O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Mais multas e menos mortes na serra do Gerês

Mais multas e menos mortes na serra do Gerês

Maioria dos autos foi aplicada a turistas em zonas fluviais e em estacionamento. Houve um aumento do número de pessoas que se perderam a fazer caminhadas.

Registe-se ainda a subida do número de turistas que se perderam nos trilhos geresianos, que costumam terminar também em multa, porque, na maioria das vezes, aventuram-se por zonas restritas. Nota-se, no entanto, uma acentuada descida de casos de ferimentos no acesso e nas cascatas e lagoas do Gerês.

Até ao final da semana passada, e em igual período homólogo, a GNR e o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) registaram um total de 738 autos de contraordenação, contra os 589 idênticos do ano passado, quando ainda não havia fiscalização permanente dos elementos do novo posto de Busca e Resgate em Montanha da GNR, estrutura da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro (UEPS). O aumento mais significativo das coimas aplicadas pela GNR verificou-se nas áreas fluviais (de 154 para 205) e no estacionamento, de 230 para 332.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG