Óbito

Morreu Agostinho Moura, "pai" da Vila do Gerês

Morreu Agostinho Moura, "pai" da Vila do Gerês

O jornalista, escritor e poeta Agostinho Moura, que se notabilizou por ter encabeçado, há 30 anos, um movimento que viria a resultar na elevação a vila da localidade envolvente das Termas do Gerês, em Terras de Bouro, morreu esta sexta-feira, na sua residência, na região centro.

Agostinho Moura, que dirigiu o jornal "O Geresão" e foi correspondente de vários jornais, locais, regionais e nacionais, organizou na vila termal do Gerês encontros de poetas, sendo autor das "Memórias Geresianas", uma das mais completas obras bibliográficas sobre a região.

O presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro, Manuel Tibo, afirmou este sábado ao JN "lamentar a morte de tão ilustre cidadão e geresiano", apresentando condolências aos seus familiares, enaltecendo igualmente toda a sua obra, "que fica para a eternidade".

Funeral domingo em Ovar

O funeral de Agostinho Dias Moura, de 75 anos, realizar-se-á este domingo, a partir das 15 horas, na Igreja Matriz de Ovar, cidade onde residia.