Terras de Bouro

Subida da Vezeira na vila termal do Gerês candidata a património imaterial

Subida da Vezeira na vila termal do Gerês candidata a património imaterial

A ancestral Subida da Vezeira, na vila termal do Gerês, será agora candidata a figurar no inventário do património cultural imaterial, anunciou esta segunda-feira a Câmara Municipal de Terras de Bouro. Este ano a tradição foi novamente cumprida, mas com limitações de distanciamento devido à pandemia.

"Ciente da importância destas tradições típicas das nossas gentes e enraizadas na nossa cultura, a autarquia tem em marcha a elaboração do dossier de caracterização desta prática com o objetivo da abertura do processo de classificação para a inscrição da "Vezeira" no Inventário Nacional de Património Cultural Imaterial Português", acrescenta a edilidade.

"Esta medida destina-se a proteger manifestações em risco de desaparecimento a curto e médio prazo, esperando-se desta forma poder ajudar a travar o declínio da uma atividade tão importante e tanto identitária das nossas populações, assumindo o Município as ações de salvaguarda e valorização na edição de 2021", ainda segundo a Câmara Municipal de Terras de Bouro, que "procura assim assumir a dinamização das tradições como fator essencial do reforço da entidade cultural do Minho", que é a razão de ser da candidatura.

A Câmara Municipal de Terras de Bouro prepara já a inscrição da Subida da Vezeira no Inventário do Património Cultural Imaterial, depois da tradicional subida à serra do gado das Vezeiras do Gerês e de Rio Caldo, embora nas atuais circunstâncias não tivesse sido possível realizar a habitual festa para assinalar esta tradição ancestral, momento que será, certamente, retomado no próximo ano, reportando estas fotos já à edição do ano passado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG