Vila Nova de Famalicão

Famalicão vai ter residência para estudantes

Alexandra Lopes

Edifício municipal vai ser transformado em residência

Foto Dr

Edifício municipal dos serviços de ambiente vai ser adaptado para estar pronto em 2024.

Famalicão vai ter uma residência para estudantes com uma centena de camas em setembro de 2024.O alojamento vai nascer no edifício onde atualmente funcionam os serviços municipais do ambiente.

O alojamento universitário vai dar resposta a quatro instituições de ensino superior existentes no concelho - Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (CESPU), Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA),Universidade do Minho e Lusíada - e será um investimento de três milhões de euros. É o único projeto de alojamento estudantil a custos acessíveis para a cidade. "Representa uma aposta do município na devolução de novos residentes ao centro urbano da cidade", refere a autarquia.

Serão disponibilizadas 100 camas, sendo 81 para estudantes bolseiros deslocados e alguns estúdios destinam-se a investigadores em mobilidade.

A nova infraestrutura será financiada pelo Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior que homologou 375 milhões de euros para construção, aquisição, adequação e renovação de residências para estudantes de ensino superior. Foram selecionadas 134 candidaturas com um total de 18239 camas, a maioria na zona Norte. Deste total, 11795 são camas novas e 6444 camas resultam da renovação da atual rede de residências de estudantes.

O local onde ficarão instalados os serviços do ambiente, que serão transferidos para ali nascer a residência, ainda não está definido.

No ano passado, 2633 estudantes universitários inscreveram-se em Famalicão, sendo que destes 1031 eram deslocados.

Edifício municipal vai ser transformado em residência

Relacionadas