Guerra

Câmara de Famalicão cria linha de apoio para refugiados ucranianos

Câmara de Famalicão cria linha de apoio para refugiados ucranianos

A Câmara de Famalicão vai disponibilizar ainda durante esta quarta-feira, uma linha telefónica de apoio para apoiar a comunidade ucraniana do concelho e os refugiados que entretanto possam chegar.

Na passada sexta-feira, chegaram a Famalicão cinco refugiados que estão neste momento alojados em casa de familiares mas a Autarquia estima que, entretanto, comecem a chegar "diariamente".

Esta linha servirá para poder saber as necessidades de quem precisa e a partir daí responder concretamente. Além da linha telefónica , a Autarquia vai alterar os regulamentos dos vários apoios disponíveis por forma a "incorporar" os ucranianos que entretanto venham viver para Famalicão.

Por outro lado, estão disponíveis camaratas no Campus da Proteção Civil Municipal, situado em Bairro caso seja necessário alojamento, o mesmo acontecendo com a disponibilidade das camaratas das corporações dos bombeiros do concelho. Entretanto, estão a ser organizadas recolhas de bens devidamente coordenadas para que enviar para os campos de refugiados.

"Em conjunto com o Instituto de Emprego e Formação Profissional queremos criar condições para ajudar a que os refugiados tenham acesso a um maior número possível de empregos", adiantou Mário Passos, presidente da Câmara de Famalicão depois de reunir com uma família ucraniana que vive há vários anos em Famalicão e que entretanto acolheu familiares que fugiram da guerra. A família preferiu não ser identificada.

Segundo o autarca estão a ser desencadeadas ações coordenadas entre os vários departamentos da Câmara Municipal para apoiar os refugiados nas várias áreas como educação e saúde

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG