Covid-19

Conservatória do registo civil e segurança social de Famalicão encerrados

Conservatória do registo civil e segurança social de Famalicão encerrados

A conservatória do registo civil e os serviços de Segurança Social de Famalicão estão encerrados ao público. A conservatória está encerrada por "motivos profiláticos" durante 14 dias, segundo pode ler-se na porta do serviço. Já na segurança social há um aviso que indica o "encerramento temporário".

Segundo o presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, os dois serviços encerraram devido a casos de funcionários infetados e outros que estarão em isolamento profilático. "O que me disseram foi que estão sem recursos humanos suficientes para manter os serviços a funcionar", adiantou o autarca.

Na quarta-feira de manhã, alguns utentes deslocaram-se à conservatória do registo civil e encontraram as portas encerradas. "Deviam ter enviado um email a avisar. Faltei ao trabalho para vir levantar o cartão do cidadão e chego aqui está fechado", adiantou Sónia Trindade, residente na freguesia de Gondifelos. Segundo a utente, o levantamento do cartão de cidadão estava agendado há "três ou quatro meses". "Chego aqui e nada feito. É um constrangimento porque preciso do cartão de cidadão", notou, referindo que agora não sabe o que fazer.

O aviso colocado na porta do registo civil revela que o serviço está encerrado por motivos profiláticos durante 14 dias. "Os atendimentos serão reagendados logo que possível", lê-se. Segundo as informações que o JN conseguiu recolher, há apenas dois funcionários a trabalhar no serviço.

Já nos serviços de segurança social o aviso que anuncia o "encerramento temporário" não é revelado e os utentes são reencaminhados para outros serviços. "Caso precise mesmo de um atendimento agende-o para o serviço mais próximo em Barcelos ou Braga", pode ler-se acrescentando que também é possível o contacto por email.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG