Vila Nova de Famalicão

Escapar com vida a derrocada de prédio "foi um milagre"

Escapar com vida a derrocada de prédio "foi um milagre"

Seis pessoas foram surpreendidas pela derrocada de um prédio, esta tarde de sexta-feira, no centro de Vila Nova de Famalicão. Todas foram resgatadas.

A derrocada aconteceu num edifício onde funciona uma farmácia, no momento em que, no prédio ao lado, que se encontra em obras, uma retroescavadora começava a trabalhar.

Nessa altura, estavam seis pessoas no interior da farmácia. Todas conseguiram sair com ferimentos ligeiros e apenas uma funcionária, de 56 anos, necessitou de ser encaminhada para o hospital, devido a um traumatismo cranioencefálico leve.

"Foi um milagre", conta Manuel Araújo, um dos seis sobreviventes, ao JN. "Começámos a ouvir barulho e a sentir vibrações e fugimos logo para o laboratório, nas traseiras da farmácia", local por onde conseguiram sair após a derrocada.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Famalicão e vereador da Proteção Civil, Ricardo Mendes, adiantou que a rua ficará encerrada por tempo indeterminado e que vai ser avaliada a segurança de edifícios contíguos.

"Neste momento, a câmara contratou uma empresa externa para fazer a vistoria aos edifícios contíguos para verificar se existe alguma perigosidade", disse o responsável à agência Lusa.

Segundo o autarca, o desabamento do prédio foi provocado pelo desmoronamento da parede lateral em madeira e estuque de uma farmácia lá existente, causando ferimentos a seis pessoas, quatro funcionários da farmácia e dois clientes.

Do prédio sobrou apenas a fachada frontal que será demolida por poder representar perigo para a população, frisou o vice-presidente.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG