Acidente

Emigrante de Vila Verde morre atropelado por comboio na Suíça

Emigrante de Vila Verde morre atropelado por comboio na Suíça

Um emigrante de Vila Verde, com 45 anos, morreu esta sexta-feira de manhã, na Suíça, atropelado por um comboio. Joaquim Pereira deixa mulher, uma filha e dois netos que, também, estão emigrados naquele país.

Segundo informação prestada ao presidente da Junta de Freguesia de Carreiras S. Tiago, Carlos Ferreira, de onde a vítima era natural, Joaquim Pereira estaria a trabalhar numa linha de comboio, quando a sirene tocou. "Dizem que ele facilitou uns segundos e o comboio passou por ele", refere o autarca local, lamentando a perda de um homem "afável e sempre com um sorriso na boca".

"Começou a trabalhar muito novo e já tinha a vida estabilizada. Contava regressar de vez daqui a uns três anos", conta Carlos Ferreira, acrescentando que a comunidade ficou "desolada", nomeadamente os pais e a irmã da vítima, a quem esta tarde fez uma visita. "Está toda a gente a ligar, porque ninguém acredita que isto aconteceu. Era um moço mesmo querido", frisou o autarca.

PUB

As cerimónias fúnebres deverão acontecer na próxima semana, em Carreiras S. Tiago, onde a vítima tinha uma moradia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG