Vila Verde

Sexagenária mordida por labrador fica com ferimentos graves

Rua de Santo Isidro, freguesia de Sabariz, em Vila Verde

Foto Joaquim Gomes/jn

Uma mulher foi mordida por um cão da raça labrador quando apanhava kiwis numa quinta em Vila Verde, tendo sofrido ferimentos graves numa perna e num braço.

O caso ocorreu sexta-feira, na Rua de Santo Isidro, freguesia de Sabariz, em Vila Verde, no momento em que a vítima, de 62 anos, entrou numa propriedade alheia, mas com consentimento do locatário, para, como era habitual, apanhar kiwis.

Pouco se sabe das circunstâncias do ataque do cão, cuja raça não é considerada potencialmente perigosa, mas que ficou de quarentena ao cuidado da veterinária municipal de Vila Verde, depois do dono, um jovem, ter conseguido separar o cão da vítima.

Na quinta ninguém atendeu às tentativas de contacto do JN durante a tarde e vários vizinhos abordados pelo JN na Rua de Santo Isidro disseram nada ter presenciado e que só deram conta de algo fora do normal quando viram os Bombeiros Voluntários de Vila Verde e duas patrulhas da GNR, do Posto de Vila Verde e ainda do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA).

Ao final da noite de sexta-feira a vítima estava a realizar exames médicos complementares, no Hospital de Braga, pelo que não foi possível ouvir a sua versão, sabendo-se que ficou em estado de choque, uma vez que já costumava apanhar kiwis naquela quinta e nunca tinha sido atacada pelo cão. Desta vez, o labrador libertou-se da trela.