450 mil euros

Morreu aos 22 anos sem receber indemnização por negligência no parto

Morreu aos 22 anos sem receber indemnização por negligência no parto

Pedro Vilela, de 22 anos, com uma incapacidade atestada de 100% por ter sido vítima de negligência médica durante o parto no Hospital de S. Marcos, em Braga, morreu, esta sexta-feira.

O Tribunal Administrativo de Braga tinha condenado o antigo hospital a pagar uma indemnização de 450 mil euros a Maria dos Anjos e Benedito Vilela, os pais do jovem de Vila Verde. Esta foi a indemnização mais elevada a que um hospital foi condenado a pagar em Portugal.

Contudo, o valor nunca foi pago. Em 2014, o Supremo Tribunal Administrativo, referiu que não havia nexo de causalidade entre o parto (onde foi provada a negligência) e as lesões de Pedro, anulando o pagamento de qualquer indemnização.

A mãe do jovem deixou o emprego para tratar do filho quando este nasceu. O pai está reformado por invalidez. A morte de Pedro Vilela acontece sem que a família tenha recebido qualquer ajuda para o tratamento diário do filho.

"Ficou provado que houve negligência médica durante o parto, ficou provado que o Pedro não tem qualquer autonomia, não ouve, não vê, não fala, é alimentado por uma sonda e, mesmo assim, os juízes entenderam que não houve uma relação entre a falta de assistência médica durante o parto e o estado vegetativo do menino", disse ao JN um familiar. "É um filme de terror", finalizou.

A família recorreu para o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem mas ainda não obteve qualquer resposta.

Advogado garante que processo vai continuar

"O processo vai continuar porque os pais do Pedro Vilela são representantes do filho", afirmou Jorge Alves, o advogado da família do jovem de Vila Verde.

"Mais do que dinheiro, estamos a falar de direitos humanos e de tudo o que uma família foi privada durante 22 anos", referiu, garantindo que a morte de Pedro não significa "de forma nenhuma, o encerramento do processo".

O funeral realiza-se sexta-feira, às 17.30, em Vila Verde.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG