Covid-19

Município de Vila Verde testou 30 funcionários de três lares

Município de Vila Verde testou 30 funcionários de três lares

O município de Vila Verde fez esta quinta-feira 30 testes de despistagem do Covid-19 a funcionários de três lares de idosos do concelho que vão entrar de serviço, no quadro de um sistema de rotatividade de 14 dias.

O seu presidente, António Vilela disse ao JN que os testes são do tipo himunocrogramáticos, ou seja, não dão uma garantia total da existência ou não do vírus no organismo, tendo, apesar disso, "um valor indicativo importante, o que tranquiliza os profissionais e os utentes das IPSS".

O autarca diz que os testes foram fornecidos pela Santa Casa da Misericórdia local, mas são pagos pela Câmara, estando a ser feitos com apoio dos Bombeiros Voluntários, que recolhem as amostras, e por um técnico de saúde cedido pelo Centro Social do Vale do Homem.

Vilela diz que continua à espera que as autoridades de saúde forneçam as zaragatoas, um método mais eficaz de testar a presença do coronavírus, e também que a ARS-Norte crie o Centro de Triagem local que está previsto no plano de combate à crise sanitária.

Algo, também reclamado pelos autarcas de Amares, Terras de Bouro, Vieira do Minho e Póvoa de Lanhoso. Em Vila Verde, apenas o lar da Santa Casa tem pelo menos três.​​​​​​ pessoas infetadas.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG