O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Revolta com obra de 6,3 milhões sem passeios na EN101

Revolta com obra de 6,3 milhões sem passeios na EN101

A Infraestruturas de Portugal (IP) lançou o concurso público para uma obra de 6,3 milhões que prevê a requalificação da EN101, em Vila Verde, mas o projeto motivou uma onda de contestação popular. Na freguesia de Loureira, marcada por um atropelamento mortal há dois anos, não estão incluídos os passeios que tinham sido prometidos pelo Governo. Agora, a IP diz que fará "uma empreitada autónoma" para corrigir falha no projeto.

Elisa Mogas, 53 anos, vive junto ao troço onde Francisco Gomes perdeu a vida, há dois anos, e recorda "o choque" e "revolta" que o acidente causou na população. Por isso, quando no final do último mês os moradores souberam que o plano de intervenção da IP não incluía passeios na freguesia, a indignação subiu de tom. "Não quero que esperem pela morte de mais ninguém", atira a vila-verdense, relembrando que o local, junto à pastelaria Babá, é zona de "comércio, habitação, com muitas crianças a caminho da paragem". "Tem muito trânsito e muito movimento de pessoas", reforça.

Camila Silva, comerciante de 59 anos, junta-se às críticas. "As pessoas idosas sentem-se muito inseguras, porque as bermas também têm o piso todo desnivelado. Até preferem circular na estrada. Há 20 anos que tenho a loja e há 20 anos que se pedem passeios. Não se admite", lamenta.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG