União Europeia

Vila Verde contesta Plano de Recuperação por não contemplar investimentos no concelho

Vila Verde contesta Plano de Recuperação por não contemplar investimentos no concelho

A Câmara Municipal de Vila Verde "não esconde a enorme desilusão que resulta da análise do Plano de Recuperação e Resiliência colocado pelo Governo de Portugal a consulta pública, na medida em que o mesmo não contempla qualquer investimento estruturante para o desenvolvimento do concelho".

Em comunicado, o presidente do Município, António Vilela, diz que, o Plano consubstancia um documento estratégico para as opções estruturais de Portugal ao longo da década em curso, mas não prevê que territórios de baixa densidade, como Vila Verde, beneficiem de investimentos que representem uma verdadeira aposta na recuperação económica e no combate às assimetrias".

"Há já vários anos que o Município reivindica a construção de vias estruturantes, como a variante à sede concelhia, de crucial importância para melhorar a fluidez do intenso tráfego que diariamente percorre a EM [Estrada Municipal] 101 e que se encontra a braços com sérios e constrangedores congestionamentos, particularmente nas denominadas horas de ponta", acentua.

O autarca sublinha que há uma necessidade imperiosa de melhorar a acessibilidade e a mobilidade no eixo urbano da sede do concelho e no núcleo urbano da Vila de Prado e a sua articulação como as respetivas áreas de acolhimento empresariais, Gême e Oleiros, respetivamente, situação que implica, inevitavelmente, a construção de uma Variante à EN [Estrada Nacional] 101 e à EN 205".

"Como pode um Plano, que tem em vista a revitalização económica do país e sobretudo ajudar os setores e os territórios numa situação de maior fragilidade, agravada pelo atual contexto de pandemia e de elevada paralisia económica, voltar a privar Vila Verde da possibilidade única de ver realizados, no seu território, investimentos absolutamente determinantes para o crescimento económico e para a melhoria das condições de vida da população", conclui o autarca.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG