Bragança

Uma frente ativa de fogo em Alfândega da Fé

Uma frente ativa de fogo em Alfândega da Fé

O incêndio que deflagrou na quinta-feira em Alfândega da Fé continuava, esta sexta-feira ao início da madrugada, com uma frente ativa numa zona de "muito difícil acesso".

"Embora o combate esteja a ser favorável, o terreno é de muito difícil acesso e estamos a trabalhar com máquinas de rasto, que estão a rasgar aceiros, num trabalho que vai levar toda a noite", disse o comandante operacional distrital do Comando Distrital de Operações de Socorro de Bragança (CODIS), Noel Afonso.

No terreno estavam, às 00.15 horas, 201 bombeiros apoiados por 74 veículos.

"Os meios aéreos deverão regressar ao Teatro de Operações, logo que haja condições favoráveis", adiantou o comandante.

Os bombeiros chegaram a admitir ao início da noite que o incêndio poderia estar controlado em algumas horas. "Ganhamos posicionamento em relação ao fogo e de momento os meios de combate, incluindo máquinas de rasto, estão colocados de forma estratégica", disse Noel Afonso.

O incêndio lavra no concelho de Alfandega da Fé, e está a consumir uma área de mato e floresta.

O CODIS frisou que nunca houve populações ou bens em perigo.