Norcha

Atletas de 20 países participam em festival de turismo de natureza em Trás-os-Montes

Atletas de 20 países participam em festival de turismo de natureza em Trás-os-Montes

Entre quinta-feira e domingo realiza-se o festival Norcha em Terras de Trás-os-Montes, dedicado ao turismo da natureza e ao desporto de aventura e que vai contar com a participação de cerca de uma centena de atletas de 20 países.

Desta forma, os nove concelhos da Comunidade Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes (CIM-TTM) passam a integrar o circuito internacional das provas de resistência e aventura Norcha, palavra que resulta da conjugação de North com Challenge e que significa um desafio desportivo envolvendo várias modalidades, onde se testam as capacidades de sobrevivência dos participantes.

O festival chega ao Nordeste Trasmontano por iniciativa da CIM-TTM que, assim, quer "impulsionar e afirmar o território no panorama internacional como um destino de Natureza e Aventura".

Os atletas vão passar por Alfândega da Fé, Bragança, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro, Vila Flor, Vimioso e Vinhais durante quatro dias "non-stop", em que vão enfrentar desafios extremos.

O Norcha está integrado no Circuito Europeu AR EuroSeries e tem início em Bragança, na Praça Cavaleiro de Ferreira, logo pelas 9.30 horas de quinta-feira. As equipas mistas vão percorrer uma distância aproximada de 500 km, no máximo de 4 dias e 96 horas.

O evento multidesportivo é apresentado pela CIM-TTM como uma organização que pretende "assinalar todo o esforço de Portugal em fazer parte do panorama global das mais belas provas de desafio extremo, representando as Terras de Trás-os-Montes a oferta garantida de uma experiência única e memorável aos participantes numa expedição pelo território que percorre os nove concelhos que constituem esta região".

Os nove concelhos acolhem Zonas de Transição (mudança de atividade), tais como Pontos de Controlo identificados para visita durante a sua travessia. As equipas têm a liberdade para definir e encontrar qual a melhor via/trilho para atingir cada objetivo. A progressão das equipas pelo território será monitorizada através de um sistema de "GPS live tracking", permitindo o acompanhamento contínuo, bastando para este efeito ter o acesso a Internet, por via de computador ou dispositivos móveis, proporcionando uma interatividade global.

PUB

O projeto é cofinanciado pelo NORTE 2020 através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional e surge na sequência da elaboração da Carta de Desporto de Natureza Intermunicipal, que identifica as principais potencialidades do território neste campo e as modalidades a desenvolver, nomeadamente caminhadas, BTT, desportos náuticos e radicais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG