Bragança

Construção do Museu da Língua Portuguesa começa dentro de meio ano

Construção do Museu da Língua Portuguesa começa dentro de meio ano

As obras de construção do Museu da Língua Portuguesa, em Bragança, tem início previsto para o próximo mês de novembro com um prazo de conclusão estimado até 2022.

O presidente da câmara de Bragança, Hernâni Dias, acredita que este equipamento vai contribuir para afirmação da cidade e da região, sobretudo ao nível da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Estima-se que, em 2025, se verifique um resultado global anual na ordem dos 3,3 milhões de euros associados à atração que o museu pode fazer.

Hernâni Dias está confiante que vai trazer turistas à região, bem como qualificar a oferta do Instituto Politécnico de Bragança (IPB), sobretudo em áreas relacionadas com a Língua e Cultura Portuguesas.

O projeto é assinado pelo ateliê Joaquim Portela-Arquitetos, do Porto, que venceu o concurso de ideias do município, que esteve envolvo em polémica e acabou com um processo no Tribunal Administrativo e Fiscal de Mirandela depois de um dos candidatos ter reclamado. Entretanto, o caso foi encerrado e, segundo o presidente da Câmara de Bragança, teve um desfecho favorável à autarquia.

"Foi um processo não por razões técnicas mas políticas. Tentaram criar alguns problemas e introduzir polémica no processo que decorreu conforme as normas dos tribunais. Foi em 2018 e o município de Bragança foi absolvido porque não havia matéria nenhuma para reclamar o que quer que fosse. Não demos grande relevância a este processo porque sabíamos que tínhamos agido de forma muito concreta e correta dentro das normais legais. A empresa que reclamou foi condenada e teve que pagar as custas ao tribunal", explicou o autarca.

Hernâni Dias considera o museu será um equipamento "marcante" para a Bragança, a região e o país, pois até agora só existe outro, em S. Paulo (Brasil).

O vencedor inicial do concurso para seleção do projeto do Museu da Língua Portuguesa foi a Nextpower-Comunicação e o Atelier Ramos & Clark . Mas o relatório final do júri, aprovado em 24 de abril de 2017, que dava este consórcio como vencedor, foi anulado devido a irregularidades na submissão da candidatura passando a figurar em primeiro lugar o segundo classificado, Joaquim Portela-Arquitetos

A abertura do procedimento "Empreitada de Obras Públicas - Museu da Língua Portuguesa" foi aprovada na última reunião de câmara, na passada segunda-feira, onde foi ainda aprovado o caderno de encargos, o júri e restantes peças necessárias para as obras poderem começar.

O MLP é uma intervenções incluídas no Plano no Estratégico de Desenvolvimento Urbano que está em curso na cidade de Bragança. Trata-se de um investimento no valor de 10 milhões de euros para a reabilitação dos antigos silos da EPAC, cujo interior será transformado para a instalação do museu, que apostará principalmente em conteúdos virtuais.

O processo de construção do equipamento tem-se arrastado mas o autarca defende que "é complexo". "Desde a fase inicial em que foi pensado o projeto, até à aquisição do próprio espaço, que o município comprou à Direção-Geral do Património, com um valor de 613 mil euros, foram necessários quase dois anos.

Só depois da aquisição podemos fazer os estudos necessárias para o lançamento do concurso de ideias, incluindo um de viabilidade económica e financeira, que é obrigatório, para se iniciar a construção.

Encomendamos ao Politécnico de Bragança um estudo sobre os conteúdos a instalar e tivemos que fazer um outro concurso para se desenharem as experiências e para a conceção dos conteúdos", descreveu Hernâni Dias.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG