Educação

Escola de Macedo de Cavaleiros encerrada devido à greve de funcionários

Escola de Macedo de Cavaleiros encerrada devido à greve de funcionários

A greve dos funcionários das escolas encerrou, esta quarta-feira, a Escola Básica e Secundária de Macedo de Cavaleiros devido à paralisação quase total dos trabalhadores.

O diretor do agrupamento, Paulo Dias, referiu ao JN que de um total de cerca de 40 funcionários apenas compareceram dois ao serviço esta manhã. "Afeta a escola sede do agrupamento, onde estudam alunos do 3.º ao 12.º ano", explicou. Várias centenas de estudantes ficaram sem aulas.

Até ao momento ainda não foi possível fazer o ponto da situação dos efeitos da greve nas restantes escolas do distrito de Bragança.

A greve insere-se num protesto nacional contra o amianto, a violência, a falta de funcionários e professores, anunciou o Sindicato de Todos os Professores (STOP).

Professores e assistentes operacionais exigem a retirada do amianto das escolas, mais funcionários e professores e o fim da violência nos espaços escolares.