Bragança

IP2 em obras em Bragança após cerca de um ano de utilização

IP2 em obras em Bragança após cerca de um ano de utilização

Um troço do IP2, uma das novas estradas do distrito de Bragança, está encerrado ao trânsito durante 15 dias para obras de reparação que ocorrem menos de um ano e meio depois da inauguração.

A Ascendi, concessionária da estrada construída em regime de Parceria Público Privada (PPP), divulgou, esta quarta-feira, que entre "10 e 24 de abril" o trânsito será desviado do IP2, "entre os nós da Trindade e Bornes", num percurso com cerca de 10 quilómetros.

Em comunicado, a concessionária adianta que o desvio se deve a "trabalhos de reparação". A Lusa pediu esclarecimentos à Ascendi sobre o motivo das obras, mas ainda não obteve resposta.

Os trabalhos implicarão o corte do IP2 nos dois sentidos e o desvio do tráfego para a estrada nacional 102, que os automobilistas que circulam entre o norte e sul do país pelo interior deixaram de utilizar há mais de um ano.

O Itinerário Principal nº2 era reclamado há três décadas no Distrito de Bragança e ficou concluído em novembro de 2011 entre Macedo de Cavaleiros, em Bragança, e Celorico da Beira, na Guarda, numa extensão de mais de 100 quilómetros.

O Plano Nacional Rodoviário aponta esta estrada como a ligação de todo o interior de norte a sul do país.

Os lanços correspondentes ao Nordeste Transmontano fazem parte da concessão do Douro Interior, que incluiu também outras das novas estradas da região, o IC5, a via que atravessa o sul de Trás-os-Montes e liga à fronteira com Espanha, em Miranda do Douro.

ver mais vídeos