Cultura

João Cristiano Cunha é o novo diretor do Teatro Municipal de Bragança

João Cristiano Cunha é o novo diretor do Teatro Municipal de Bragança

A Câmara Municipal de Bragança apresentou, na terça-feira, o novo diretor e programador do Teatro Municipal (TMB), João Cristiano Cunha, que reconhece a "política cultural de excelência" do município.

"Esse será o nosso pilar, de sustentação, nunca descurando todo o passado e o legado de Helena Genésio [a diretora que ocupou o cargo durante 15 anos] e da equipa que está no TMB", explicou o novo diretor, que quer manter os níveis de qualidade reconhecidos a nível nacional.

João Cristiano Cunha vai manter as apostas na música, teatro e dança, mas quer "diversificar e dar continuidade a alguns programas que têm sido implementados, como o Festival 27 e o Bragança Jazz. A missão a que se propõe é a de tentar implementar novas ideias e novos projetos, tendo em vista alargar públicos, sempre com o denominador comum da qualidade e da excelência. Reforçar a ligação às escolas, ao instituto politécnico, às universidades seniores, a todas as faixas etárias da sociedade e a todos os estratos socais é o objetivo, "porque o equipamento é da cidade, da região, nacional e do mundo", referiu o novo diretor, salientando que "democratizar as artes não é banalizar".

O novo diretor é professor de Educação Musical, ex-docente do Agrupamento de Escolas Emídio Garcia e da Escola Superior de Educação de Bragança. Era, até há pouco tempo, o nomeado pelo Ministério da Educação para coordenar o Programa de Educação Estética e Artística neste distrito. "É um grande desafio e um reconhecimento do meu percurso e do possível valor que eu possa ter", acrescentou o diretor do TMB, justificando a razão pela qual aceitou a proposta-

O presidente da Câmara de Bragança, Hernâni Dias, disse que a formalização da contratação do diretor foi concluída na segunda-feira e que João Cristiano foi requisitado ao Ministério da Educação, de cujos quadros fazia parte. "Foi escolhido pelas características, profissionais, académicas e pessoais, o que dá garantias de um trabalho de excelência e dar seguimento à política cultural do município", esclareceu o autarca.

O Teatro Municipal tem um orçamento de cerca de 300 mil euros para o ano 2020.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG