Exclusivo

Rio de Onor compra em Espanha sem sair do país

Rio de Onor compra em Espanha sem sair do país

Os habitantes de Rio de Onor de Bragança e Rihonor de Castilla (Espanha) aguardam com expectativa, mas pouca preocupação, as limitações à circulação na fronteira a partir de segunda-feira.

Com o novo estado de emergência, o Governo vai limitar deslocações para o exterior de cidadãos nacionais por via aérea, terrestre ou fluvial nos próximos 15 dias. No entanto, há exceções. Pode sair quem viaja por motivos "estritamente essenciais". O decreto 3-D/2021, publicado ontem, precisa que todos os que necessitem de se deslocar para "o desempenho de atividades profissionais ou equiparadas" podem fazê-lo, desde que a justificação esteja "devidamente documentada". Assim, as atividades "com dimensão internacional", como os atletas profissionais ou equiparados estão dentro das exceções.

Em Rio de Onor, ontem ainda se desconheciam as regras a aplicar, mas depois do fecho das fronteiras em março, a população não receia. Os mais afetados são os vendedores ambulantes. "O padeiro e o vendedor de fruta vêm de Portugal. Se eu for ali à fronteira basta estender o braço para me entregarem o saco das compras. Nem preciso de pôr um pé em Portugal", explica Ximenes Acunha, proprietária de uma loja de artesanato em Rihonor.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG