Bragança

Pela primeira vez, jovens vão poder frequentar ensino secundário em Freixo de Espada à Cinta

Pela primeira vez, jovens vão poder frequentar ensino secundário em Freixo de Espada à Cinta

A partir do próximo ano letivo, Freixo de Espada à Cinta passa a dispor de Ensino Secundário Profissional. No concelho é apenas possível estudar até ao 9º ano, obrigando os jovens a sair de casa e da terra natal.

Será a primeira vez que existirá ensino secundário em Freixo de Espada à Cinta. "O objetivo desta medida passa, por um lado, por fixar os jovens naturais do concelho, evitando a sua saída para continuar os estudos depois do 9º ano, e por outro, promover a atração de jovens de outras regiões para a prossecução dos estudos em Freixo de Espada à Cinta e, consequente, fixação e atuação no mercado de trabalho local", informou fonte da Câmara Municipal.

O município de Freixo de Espada à Cinta divulgou que três cursos de ensino secundário profissional (nível IV) passarão a ser ministrados em Freixo de Espada à Cinta a partir de setembro. "Destinam-se a jovens que possuam o 9º ano completo que poderão optar por três cursos profissionais na área de Técnico(a) de Cozinha/Pastelaria, Técnico(a) de Turismo e Técnico(a) de Vitivinicultura, com possibilidade de acesso ao ensino superior.

"Os cursos profissionais apresentados foram definidos de forma a suprir necessidades profissionais em áreas específicas e de relevo no concelho e na região e nas quais​​​​​​ ​existe maior procura por mão-de-obra qualificada e rápida inserção no mercado de trabalho", referiu a mesma fonte.

O protocolo de colaboração que viabiliza os cursos deverá ser assinado este mês entre o Município de Freixo de Espada à Cinta, o Instituto de Emprego e Formação Profissional, o Ministério da Educação e o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

Os jovens que venham a frequentar esses cursos podem beneficiar de apoios sociais como a Bolsa de Profissionalização, a Bolsa para materiais de estudo e Subsídios de Transporte, Acolhimento e Alimentação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG