Iniciativa

Criada incubadora para potenciar instalação de empresas em Macedo de Cavaleiros

Criada incubadora para potenciar instalação de empresas em Macedo de Cavaleiros

A primeira incubadora de ideias e projetos que desde esta sexta-feira está a funcionar em Macedo de Cavaleiros é uma fonte de esperança para o presidente da câmara, Benjamim Rodrigues, que a considera "fundamental para a instalação de empresas" no concelho.

A incubadora, criada em parceria com a Associação BLC3 e o Instituto Politécnico de Bragança (IBP) , foi instalada no edifício do antigo Instituto Jean Piaget, que estava encerrado, e que agora aloja a iniciativa Side-Up. No mesmo local funciona a Escola de Negócios, já criada pelo atual executivo camarário, bem como o gabinete de apoio ao empreendedorismo e ao desenvolvimento rural. "Podem trabalhar em rede e assim potenciar a atractividade para fixar recursos humanos capacitados. Estamos a criar competências e competitividade", afirmou o presidente da câmara de Macedo de Cavaleiros, Benjamim Rodrigues,

A incubadora começa a funcionar com 12 projetos potenciais de investigação para desenvolver em parceria com o IPB e o Laboratório Colaborativo More que funciona no Brigantia Ecopark em Bragança e outras entidades. O autarca diz que é "uma parceria fundamental para potenciar a instalação de empresas".

A BLC3 trabalha ao nível da investigação e inovação, no desenvolvimento de soluções de Bioeconomia Circular e Economia Circular, tendo como projeto ancora o desenvolvimento de tecnologias de biorefinarias para a valorização de matos e incultos, resíduos florestais e agroalimentares.

Foi precisamente para fazer investigação nestas áreas que o município assinou, ontem, um protocolo para realizar investigação na incubadora. O secretário de Estado para a Valorização do Interior, João Paulo Catarino, que participou na iniciativa, realçou o exemplo do IPB que "mostra que a partir do interior é possível realizar uma academia de investigação, e que também sendo um exemplo na produção de conhecimento e de investigação", referiu o governante.

Outros Artigos Recomendados