Miranda do Douro

IC5 abriu esta quarta-feira em toda a sua extensão

IC5 abriu esta quarta-feira em toda a sua extensão

O IC5 abriu esta quarta-feira em toda a sua extensão. Passa a ser possível viajar entre o IP4, no Alto do Pópulo, e Duas Igrejas, em Miranda do Douro.

O IC5, com 131 quilómetros de extensão, é uma das vias da concessão Douro Interior, a cargo da Ascendi, e serve diretamente os concelhos de Murça, Alijó, Carrazeda de Ansiães, Vila Flor, Alfandega da Fé, Mogadouro e Miranda do Douro, numa via com melhores condições de segurança, que encurta consideravelmente o tempo do percurso.

Neste Itinerário Complementar inclui-se o viaduto sobre o rio Tua que tem um comprimento total de 500 metros entre eixos de apoio extremos. O vão central de 220 metros é o segundo maior executado em Portugal (12.º no mundo) através de avanços sucessivos e sem recurso a tirantes.

A outra via da concessão Douro Interior é o IP2, que ficou concluído em 2011. Faz a ligação por autoestrada entre Celorico da Beira e Trancoso, prolongando-se em via rápida até encontrar a Autoestrada Transmontana, no concelho de Macedo de Cavaleiros.

Excetua-se o troço entre a Junqueira, em Torre de Moncorvo, e o Pocinho, em Vila Nova de Foz Côa. São 17 quilómetros de IP2 que ficaram por construir devido a impeditivos de ordem diversa, embora com razões ambientais à cabeça.

A falta deste troço, que implica a construção de novas pontes sobre os rios Sabor e Douro, vai obrigar o tráfego que circula entre os distritos de Bragança e Guarda a percorrer a estrada nacional n.º 102, a atravessar o rio Sabor sobre a velha ponte da Portela e o rio Douro pela barragem do Pocinho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG