Infraestrutura

Aprovado centro Cyclin Portugal entre Mirandela e Macedo de Cavaleiros

Aprovado centro Cyclin Portugal entre Mirandela e Macedo de Cavaleiros

As câmaras municipais de Mirandela e Macedo viram ser aprovada uma candidatura intermunicipal para a criação do "Centro de Cyclin Portugal - Quadrassal", que representa um investimento de 230 mil euros, distribuído pelos dois Municípios, financiado pelo FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional).

As infraestruturas Cyclin Portugal têm como objetivo promover o país como um destino de excelência para a prática do ciclismo de lazer e de turismo.

A criação deste centro visa "divulgar o potencial turístico dos dois concelhos e aproveitar os recursos naturais garantindo a sua conservação e preservação na ótica do desenvolvimento sustentável", adianta a vereadora do Município de Mirandela, Vera Preto.

Além disso, a ideia da criação deste centro é "permitir a visitação ordenada da área da Rede Natura 2000, bem como a possibilidade de se apreciar a beleza paisagística associada à degustação de produtos DOP, articulando-se com a prática de atividades de turismo de natureza, nomeadamente a utilização de bicicleta no âmbito do ciclismo e do turismo ativo", acrescenta.

Está prevista a requalificação de dois edifícios para serem os centros de apoio, mais concretamente a antiga escola primária de Vale de Lobo, freguesia de Cedães, que será o Centro de Apoio de Mirandela, e do edifício da antiga estação de comboio de Cortiços, que será o Centro de Apoio de Macedo de Cavaleiros.

A expectativa é que no verão de 2021 já esteja implementado este novo centro. Atualmente, existem 21 centros Cyclin Portugal homologados.

A mata do Quadrassal é o início da maior mancha de sobreiro de floresta virgem da península ibérica, integrada na Rede Natura 2000, rede europeia de preservação da biodiversidade e de habitats naturais

Tem 4700 hectares de área, dos quais 3600 pertencem ao concelho de Mirandela, abrangendo as freguesias de Cedães (distinguida em 2019 como freguesia Eco-XXI), Vale de Asnes a ainda a União de Freguesias de Romeu e Avantos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG