rapel

Homem caiu nas arribas do Douro e foi resgatado em Espanha

Homem caiu nas arribas do Douro e foi resgatado em Espanha

Um homem com cerca de 30 anos caiu este sábado à tarde numa numa zona de escarpas nas arribas do Douro, num local próximo da aldeia de Bruçó, no concelho de Mogadouro, quando praticava rappel acompanhado de outro indivíduo.

A vítima, natural desta vila, sofreu ferimentos ligeiros numa perna, mas apesar do estado de saúde não ser considerado grave o seu resgate enfrentou dificuldades acrescidas, visto que teve de ser feito pelo lado espanhol, numa área perto de Aldeiadávila, na província de Salamanca.

O presidente da junta de Bruçó, João de Deus Possacos, explicou que a vítima caiu de uma altura de cerca de seis metros nas arribas do Douro, em pleno Parque do Douro Internacional, numa zona "de acesso quase impossível" pelo lado português.

"O jovem encontrava-se a 50 metros da barragem de Aldeiadávila. Os bombeiros de Mogadouro tentaram retirá-lo por Bruçó, mas não foi possível. As viaturas têm de ficar a mil metros das escarpas, pois não existe caminho", referiu o autarca. Rapidamente foi encontrada uma solução, com a colaboração dos bombeiros e da Guardia Civil da zona de Aldeiadávila.

"Foi resgatado do outro lado, a partir de Espanha. Depois fez-se o transporte numa ambulância dos bombeiros espanhóis e os bombeiros de Mogadouro foram ao seu encontro para fazer o transbordo, o que aconteceu junto à aldeia de Bemposta", explicou uma fonte dos bombeiros.

O alerta para o acidente chegou aos Bombeiros de Mogadouro cerca das 17 horas e para o local foram mobilizados vários meios, nomeadamente uma equipa do INEM, elementos da corporação de voluntários e a GNR.

ver mais vídeos