O Jogo ao Vivo

JN Rede de Notícias

Covilhã pede ajuda para cenário de "calamidade" após tempestade

Covilhã pede ajuda para cenário de "calamidade" após tempestade

A Câmara da Covilhã revelou, esta segunda-feira, querer que o Governo aprove apoios diretos para os agricultores, depois do mau tempo de domingo, que provocou "prejuízos muito elevados" e uma situação de "calamidade" nas produções do concelho, nomeadamente de pêssego.

"É um cenário de calamidade e uma situação muito preocupante. Num momento de pandemia e de recessão económica, acresce agora esta intempérie extrema que veio arruinar os campos e dar a machada final àquela que é uma fonte de rendimento muito significativa no concelho", frisa o presidente da Câmara da Covilhã, Vítor Pereira.

O autarca do concelho do distrito de Castelo Branco explicou que a trovoada intensa de domingo, com granizo, chuva e vento, afetou com maior intensidade a zona que faz fronteira com os concelhos de Belmonte e do Fundão, nomeadamente nas freguesias de Peraboa e Ferro. Segundo frisou, nessa zona registam-se prejuízos de 80 a 90% em todos os setores de produção agrícola e culturas da época, com especial destaque para a produção de pêssego, muito representativa neste concelho.

Leia mais em Jornal do Fundão

Outras Notícias