GNR

Criança de 10 anos e casal encontrados mortos em casa no Fundão

Criança de 10 anos e casal encontrados mortos em casa no Fundão

Dois adultos e uma criança foram encontrados sem vida, esta terça-feira de manhã, numa casa na aldeia de Joanes, no Fundão.

Fonte do INEM confirmou ao JN o óbito de três pessoas: Rui Costa, de 28 anos, a companheira Catarina Ribeiro, de 34 anos, e o filho desta, de 10 anos.

As vítimas mudaram-se há pouco tempo para a localidade, disse, ao JN, o presidente da união de freguesias de Fundão, Valverde Donas, Aldeia de Joanes e Aldeia Nova do Cabo, Manuel Malícia Trindade, confirmando o óbito das três pessoas.

De acordo com o oficial de Relações Públicas do Comando Territorial de Castelo Branco, capitão David Canarias, militares da GNR encontraram as três pessoas já sem vida. O alerta foi dado pelo pai do menino, depois de ter sido contactado pela escola a avisar que a criança não tinha ido às aulas. Não tendo conseguido falar com a mãe da criança por telefone, deslocou-se então à habitação do casal e deparou-se com o cenário trágico.

O INEM, alertado pela GNR do Fundão, às 10.50 horas desta terça-feira, mobilizou para o local uma ambulância do Instituto Nacional de Emergência Médica, do Fundão, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) da Covilhã, a ambulância do INEM dos Bombeiros Voluntários do Fundão, e uma equipa de psicólogos.

Não há indícios de violência associada às mortes.

Um elemento da PJ confirmou à agência Lusa que a morte das três pessoas terá sido provocada pela inalação de monóxido de carbono.

"Neste momento, tudo aponta no sentido de a morte ter sido acidental e provocada pela inalação de monóxido de carbono, resultante do mau funcionamento de um esquentador e do respetivo sistema de exaustão", referiu o coordenador da PJ da Guarda, José Monteiro, ressalvando que a primeira análise terá de ser confirmada pelos exames médicos e pelas perícias técnicas.

Outros Artigos Recomendados