Idanha-a-Nova

Idanha-a-Nova avança com abate de touros selvagens

Idanha-a-Nova avança com abate de touros selvagens

Uma operação de "acantonamento e abate" de touros em Segura, Idanha-a-Nova, vai começar na segunda-feira e decorrer até final do mês de novembro, adiantou à agência Lusa o presidente do município, Álvaro Rocha.

A Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) estima que existam 250 animais sem controlo há vários anos naquela zona, ameaçando propriedades e população.

A meio de setembro foi encontrado morto um pastor com sinais de ter sido atacado por touros e no início do mês de outubro um caçador foi ferido com gravidade depois da investida de um dos animais que entrou numa zona de caça.

De acordo com o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, a autarquia recebeu na quarta-feira um edital da DGAV que anuncia o início de uma operação com vista ao "acantonamento e abate dos animais que por ali andam sem dono".

Segundo Álvaro Rocha, não foram para já revelados detalhes técnicos da operação, que contará com a intervenção de militares da GNR. "Todas as entidades estão interessadas em que esta situação se resolva", destacou o autarca.

A DGAV estima que as cabeças de gado ocupem "centenas de hectares".

Para além dos casos de pessoas feridas, danos em propriedades e automóveis, as irregularidades detetadas incluem ausência de "cuidados primários ao nível sanitário", refere a DGAV.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG