Exclusivo

Noah esteve em perigo entre veados e javalis

Noah esteve em perigo entre veados e javalis

Comandante da GNR revela o perigo que rondou a criança. Helicóptero ia entrar em ação no dia seguinte. Área varrida cinco vezes por pessoas diferentes.

"Noah esteve sempre em risco, sobretudo à noite, pois aquela zona tem um mato muito intenso, onde existem javalis, veados e saca-rabos", assegura ao Jornal de Notícias Albino Tavares, comandante da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Castelo Branco, que liderou as operações de busca do menino de dois anos e meio, ao longo de 36 horas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG