Covid-19

Proença-à-Nova impõe quarentena a quem chega ao concelho

Proença-à-Nova impõe quarentena a quem chega ao concelho

Todos as pessoas que entrarem no concelho de Proença-a-Nova, vindos do estrangeiro ou de outros pontos do país, têm obrigatoriamente que ficar em quarentena pelo período de 14 dias, anunciou a câmara municipal.

A medida foi decretada esta terça-feira pelo delegado de Saúde da área de abrangência da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco, Joaquim Serrasqueiro, num tentativa de impedir a propagação da Covid-19 na região.

Segundo a autarquia, "a chegada de pessoas ao concelho tem sido notória em praticamente todas as aldeias, pelo que João Lobo, presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, aplaude esta medida, esperando que a mesma seja cumprida".

"Naturalmente que não vamos ter um polícia à porta de quem regressa ao concelho até porque vivemos uma situação em que, mais do que nunca, a responsabilidade individual pelo bem-estar coletivo é evidente. É fundamental que esta medida seja seguida à risca para continuarmos a proteger a nossa população, principalmente a do grupo de risco", considera o autarca, num texto divulgado online.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG