Incêndios

Seis fogos preocupantes, o da Sertã é o que ocupa mais meios

Seis fogos preocupantes, o da Sertã é o que ocupa mais meios

O combate ao incêndio que domingo começou na Sertã, em Castelo Branco, é o que envolvia mais operacionais às 17 horas, altura em que existiam seis fogos preocupantes.

De acordo com o sítio na internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), o combate ao fogo que teve início no domingo na Sertã, no distrito de Castelo Branco, ocupava 1130 operacionais, 352 veículos e dez meios aéreos.

O fogo alastrou ainda aos concelhos vizinhos de Proença-a-Nova (Castelo Branco) e Mação (Santarém).

Também em Castelo Branco, outro incêndio estava a ser combatido por 455 operacionais, com a ajuda de 143 veículos e quatro meios aéreos.

O fogo florestal deflagrou no domingo no concelho de Castelo Branco, mas chegou ao município vizinho de Vila Velha de Ródão, mantendo-se ainda ativo.

A Polícia Judiciária anunciou a detenção de uma mulher suspeita de atear este incêndio florestal.

PUB

As chamas passaram também para Nisa, no concelho de Portalegre, mas neste caso estavam esta manhã dominadas em cerca de 90%. Em Nisa, estavam 98 operacionais, 30 veículos e um meio aéreo às 17 horas.

Em Gavião (Portalegre) 238 bombeiros, 60 veículos e três meios aéreos combatiam um fogo que deflagrou na terça-feira no local de Ribeira de Eiras, na freguesia de Belver.

No distrito de Coimbra, um incêndio que teve início hoje às 13:00 em Paradela, na freguesia do Lorvão, concelho de Penacova, era combatido por 287 homens, 84 meios terrestres e três meios aéreos às 16:45, altura em que lavrava em duas frentes.

Um incêndio que lavra desde as 11.15 horas de terça-feira em Mação, Santarém, estava considerado dominado a meio da tarde, mas mantinha no combate 146 bombeiros e 43 veículos.

Um total de 12 fogos estava em curso às 17 horas no país, envolvendo no combate 2286 bombeiros, 709 veículos e 24 meios aéreos.

Em fase de resolução estavam outros 11 fogos e em fase de conclusão 48 incêndios florestais, que mesmo nesta fase envolviam no combate mais de 1100 bombeiros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG