Cantanhede

Helena Teodósio tentar manter tradição social-democrata

Helena Teodósio tentar manter tradição social-democrata

Helena Teodósio procura um segundo mandato à frente dos destinos da Câmara Municipal de Cantanhede. A candidata pelo PSD, integrante dos quadros do Banco de Portugal, interrompeu a carreira no setor em 2002 para fazer parte do Executivo. Depois de um período de 12 anos como vice-presidente, foi eleita presidente em 2017, com 61,27% dos votos.

O PS apresenta como alternativa Cristina Jesus, atual deputada à Assembleia da República e ex-presidente da Junta de Freguesia de Corticeiro de Cima, em Cantanhede. A ex-administradora da Águas do Centro Litoral procura recuperar uma autarquia que só foi socialista entre 1993 e 1997.

O Chega também anunciou candidatura à autarquia, com o especialista em redes de gás e bombeiro voluntário Eliseu Neves. Nos últimos 12 anos foi membro da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Portunhos e Outil, naquele concelho, enquanto independente eleito através da lista do PS.

Em 2017, cinco dos sete mandatos de Cantanhede ficaram entregues ao PSD. O PS elegeu os restantes dois vereadores, fruto de 26,74% dos votos. A CDU ficou com 3,88% e o CDS com 2,20% dos votos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG