Coimbra

Menino de sete anos morreu depois de engolir uma pilha

João Pedro Campos

O menino morreu no Centro Hospitalar de Coimbra

Foto Arquivo Global Imagens

Filho de pais emigrados estava a passar férias de Natal em Zambujal, Cantanhede. Prontamente operado no Hospital Pediátrico de Coimbra, não resistiu a inflamação e morreu dias depois.

Um menino de sete anos, filho de portugueses emigrados na Suíça, morreu no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra no passado dia 14, alguns dias depois de ter engolido uma pilha.

José Pedro Santos estava a passar as férias de Natal com os pais na zona do Zambujal, Cantanhede, quando ingeriu a pilha, ao que foi possível apurar, no dia de Ano Novo.

Segundo o jornal suíço 24 Heures, o menino foi internado e operado de urgência no Hospital Pediátrico de Coimbra, tendo sido retirada a pilha. No entanto, e apesar da pronta assistência hospitalar, o menino sofreu uma vasculite (inflamação dos vasos sanguíneos), tendo vindo a falecer duas semanas depois. José Pedro foi a sepultar no cemitério do Zambujal a 17 de janeiro.

O menino vivia na Suíça, na zona de Payerne, para onde os pais se mudaram há oito anos. Os pais são oriundos da zona de Cantanhede.

Segundo o 24 Heures, o pai já tinha regressado à Suíça poucos dias depois da passagem de ano, mas voltou para Portugal ao saber que o estado de saúde do filho tinha piorado. Para além de José Pedro, os pais têm uma filha mais velha.