Coimbra

Lei das rendas ameaça Repúblicas de Coimbra

Lei das rendas ameaça Repúblicas de Coimbra

As repúblicas de Coimbra temem que a nova Lei do Arrendamento Urbano, que está a fazer disparar as rendas, dite o fim destas casas comunitárias habitadas por estudantes. Uma delas já fechou portas.

No final do mês passado, a República 5 de Outubro encerrou devido a um aumento de 6012% na renda: passou de 12,5 euros para 764. "Não será, a breve prazo, caso único", alertou então o Conselho de Repúblicas, em comunicado. "As Repúblicas de Coimbra, espaços por excelência de discussão, tertúlia, comunitarismo e partilha, estão a sofrer a asfixia inexorável de uma lei cega e injusta", lê-se, no mesmo documento.

ver mais vídeos