O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Metrobus ameaça árvores centenárias em Coimbra

Metrobus ameaça árvores centenárias em Coimbra

Alguns cidadãos de Coimbra receiam que a obra do metrobus, já no terreno, leve ao corte de centenas de árvores no centro da cidade, considerando que o projeto pode mesmo "desqualificar o espaço público".

O grupo ClimAção Centro afirma ser a favor do metrobus, mas defende uma alteração do traçado, de forma a poupar estes exemplares. A Metro Mondego assegura que o projeto tem sido feito no sentido de preservar o maior número possível de espécies vegetais.

Segundo um anúncio da Metro Mondego em março de 2022, seriam cortadas 663 árvores nos troços dentro da cidade. No entanto, a contabilidade do grupo está mais abaixo. "No levantamento que fizemos com base no projeto, contamos 389 árvores, o que nos faz pensar onde serão as outras quase 300 que a Metro Mondego contabiliza", anuncia Paulo Antunes, arquiteto e membro do ClimAção Centro, temendo que, nesse lote estejam os plátanos da Avenida Sá da Bandeira (que liga a Praça da República à Baixa da cidade) e as árvores da Rua Lourenço Almeida Azevedo, junto ao Jardim da Sereia. "Este número não está no Estudo de Impacto Ambiental e em nenhum documento do metrobus. E é estranho como num projeto com mais de 20 anos nada disto tenha sido discutido. A cidade não conhece isto", lamenta Paulo Antunes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG