O Jogo ao Vivo

Ambiente

Produtores furiosos com veto a carne de vaca por reitor de Coimbra

Produtores furiosos com veto a carne de vaca por reitor de Coimbra

Bovinicultores condenam medida, mas alunos e outros reitores reiteram importância de as universidades serem exemplos ambientais.

Os agricultores e bovinicultores estão revoltados com a medida anunciada, na terça-feira, pelo reitor da Universidade de Coimbra (UC), Amílcar Falcão, que pretende abolir a carne de vaca da ementa das 14 cantinas daquela instituição de Ensino Superior, a partir de janeiro de 2020. A Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) lamenta uma "decisão imponderada", enquanto a Federação Nacional das Associações de Bovinicultores (FEPABO) se diz "em choque" com uma "medida populista".

"Vivemos um tempo de emergência climática e temos de colocar travão nesta catástrofe ambiental anunciada", disse Amílcar Falcão, na cerimónia de receção aos estudantes, adiantando que abolir a carne de vaca das cantinas é o primeiro passo para tornar a UC a "primeira universidade portuguesa neutra em carbono".

Ler mais na edição impressa ou e-paper