O Jogo ao Vivo

Estudo

74% dos alunos da Universidade de Coimbra pensaram em desistir do curso

74% dos alunos da Universidade de Coimbra pensaram em desistir do curso

Um estudo da Associação Académica de Coimbra (AAC) indica que 74% dos alunos da Universidade de Coimbra ponderaram abandonar os estudos e um em cada cinco estudantes da Universidade pensou em suicídio durante a pandemia.

O documento, apresentado esta sexta-feira, e que envolveu 1500 estudantes da instituição, aponta que 98% dos inquiridos se sentiram emocionalmente fragilizados e 74% pensaram em desistir do ensino superior. "São dados muito alarmantes, que poderão ter impacto no próximo ano letivo", considera o presidente da AAC, João Assunção. O dirigente estudantil apela a que haja um reforço do Serviço Nacional de Saúde na área da saúde mental.

Em termos financeiros, o estudo indica que mais de metade dos alunos sentiram dificuldades em pagar o alojamento e 75% sentiram alterações nos rendimentos dos agregados familiares. João Assunção sugere que se mantenha a tendência de redução da propina do primeiro ciclo de estudos e que se fixe um tecto máximo na propina do segundo ciclo.

PUB

Prejuízo de meio milhão

O presidente da AAC revela ainda que a Associação teve um prejuízo na ordem dos 500 mil euros desde o início da pandemia, quer pelo cancelamento das festas académicas, quer pelas despesas da prevenção da covid-19. "As nossas secções culturais e desportivas estão com grandes dificuldades em captar novos associados e em manter os atuais", lamenta João Assunção.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG