Figueira da Foz

Bebé morre afogado na piscina de casa

Bebé morre afogado na piscina de casa

Um bebé de 22 meses morreu afogado, na segunda-feira, na piscina da casa dos pais, na Amieira, Figueira da Foz. Corria atrás de um brinquedo, quando caiu à água. Foi a segunda morte, em poucas horas, na família.

"Ninguém viu, mas tudo leva a crer que o bebé fosse a correr atrás de um brinquedo, tenha tropeçado e caído à piscina. Uma amiga, de 13 anos, deu com ele já de barriga para baixo, gritou pela mãe e esta retirou o filho da água, fez-lhe respiração boca a boca, veio o INEM [Instituto Nacional de Emergência Médica], mas já não conseguiram salvá-lo". Quem o afirmou, na terça-feira, à porta da capela da Amieira, bastante consternada, foi Cármen Graça, familiar do pequeno Martim Lopes. "É a segunda morte na mesma família no espaço de horas. Ainda agora vim de Lisboa de um funeral de um familiar meu e dos pais do Martim [Adriana Gomes e Otávio Ricardo Lopes]. É uma tragédia", lamentou, na terça-feira, ao final do dia, Cármen Graça.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa.