Incêndios

Centenas na despedida de Bombeiro de Miranda do Corvo

Centenas na despedida de Bombeiro de Miranda do Corvo

Mais de meio milhar de pessoas marcaram presença no funeral de José Augusto Fernandes, o chefe dos Bombeiros de Miranda do Corvo que faleceu no sábado, num incêndio da Lousã.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, estiveram presentes, bem como o presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, Luciano Gonçalves, e o presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, Fontelas Gomes, uma vez que a vítima foi árbitro de futsal.

"A melhor maneira de homenagearmos o nosso colega é a continuar a enfrentar o perigo. Nós vamos continuar e o José Augusto vai estar sempre connosco", afirmou o comandante dos Bombeiros de Miranda do Corvo, Fernando Jorge, não conseguindo conter as lágrimas.

José Augusto Fernandes, de 55 anos, morreu no sábado durante um incêndio na Lousã. Tinha quase 40 anos de experiência. Era ainda motorista da Câmara Municipal de Miranda do Corvo e árbitro de futsal.

Outras Notícias