O Jogo ao Vivo

Évora

Morreu António Miguel Alegria, antigo diretor do Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo

Morreu António Miguel Alegria, antigo diretor do Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo

O antigo diretor do Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo, em Évora, António Miguel Alegria, morreu esta sexta-feira, dia 12 de agosto, aos 64 anos, vítima de doença prolongada. A informação foi publicada no Facebook da instituição.

Segundo os responsáveis do Museu, António Miguel Alegria, "licenciou-se em História pela Universidade Autónoma de Lisboa em 1990, tendo iniciado o seu percurso no Museu de Évora como guarda em outubro de 1987 e alcançou o cargo de diretor em regime de substituição em 2011, posto no qual permaneceu até março de 2021".

Sempre se interessou particularmente pelo domínio da Arqueologia participando, por exemplo, na escavação do Cromeleque dos Almendres, em 1986, e foi ainda o responsável durante largos anos por essa área no Museu. Foi Comissário, entre outras, das Exposições "Rostos de Roma - retratos romanos do Museo Arqueológico Nacional de Espanha", "Tesouros do Museu de Évora", "Desenhos de Joaquim Bravo". Representou o Museu na Comissão Municipal de Arte, Arqueologia e Defesa do Património.

PUB

Para a atual diretora do Museu, Sandra Leandro, "este é um dia muito triste para o Museu, pois perdeu uma pessoa que deu bastante à instituição".

"António Miguel Alegria teve um percurso muito invulgar, uma vez que entrou como guarda do museu e chegou a diretor, o que também manifesta o muito que gostava da instituição", salientou.

Nas redes sociais, foram muitos aqueles que quiseram prestar uma última homenagem a António Miguel Alegria.

O velório decorrerá hoje, a partir da tarde na Igreja de S. Tiago. Amanhã, sábado, 13 de agosto, às 12 horas realizar-se-á uma missa de exéquias à qual se seguirá o cortejo fúnebre para Elvas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG